Dia de São João

sao-joao2

O Dia de São João é comemorado no dia 24 de Junho, sendo conhecido como o “Santo festeiro”. Nesse dia são realizadas muitas festas, conhecidas popularmente como Festas Juninas, comemorações marcadas por danças e pratos típicos. Alguns símbolos bastante conhecidos nas celebrações são a fogueira, o mastro, os fogos, a capelinha, a palha, o manjericão e outros.

Existem duas possíveis explicações para a origem do termo Festa Junina: pelo fato das comemorações ocorreram durante o mês de junho e, segundo a outra teoria, seria uma homenagem direta a São João. No princípio, em alguns países da Europa, a festividade era chamada de Festa Joanina.

A Festa Junina de São João

O São João é uma das principais figuras das festas juninas. No seu dia também possui várias comidas e doces típicos, como: rapaduras, amendoim, bolo de milho, curau, canjica, bolo de aipim, paçoca, etc.

Essas iguarias estão quase sempre presentes nas festas. Cidades do interior do Brasil, em especial, fazem festas mais típicas e possuem costumes bastante difundidos entre todos os habitantes, diferentemente do que acontece na maioria das cidades grandes.

S_o_Jo_o

E pra quem é chegado numa simpatia… Boa sorte! 😉 \o/

Simpatia dos papéis mágicos

Na noite de São João, escreva em vários papéis o nome de pretendentes. Enrole e coloque em uma bacia ou banheira com água. Aquele que se desenrolar primeiro será o futuro namorado.

Simpatia da loteria

Sonhar com um bicho ou números de loteria na véspera de São João, significa que vai ganhar com certeza. Não deixe de jogar.

Simpatia para descobrir o nome do futuro marido ou mulher

Na noite de São João, do dia 23 para o dia 24, enfie uma faca virgem em uma bananeira. No dia seguinte a primeira letra do nome da pessoa com quem você vai se casar aparecerá na lâmina.

Simpatia para descobrir namorado(a)

Em uma festa de São João, o interessado deve levar um pouco de sal embrulhado em um guardanapo. Coloque um pouco, sem que ninguém perceba, nos salgados que serão servidos e diga mentalmente: “A boca que este sal provar é daquele que vai me amar”. Depois e só ficar de olho e ver o primeiro a comer.

Simpatia para obter proteção e alegria

Junte cravos e folhas de alecrim e manjericão em uma bacia com água e deixe descansar. No dia de São João, tome um banho e jogue a mistura no corpo, do pescoço para baixo, pedindo a proteção dele. Enxugue-se apenas de leve.

Simpatia na fogueira

Com um papel branco à mão, coloca-se por cima da fogueira, sem queimar. Vai-se rezando uma Salve Rainha, girando o papel e a fumaça vai fazendo um desenho, cuja figura é o rosto do futuro marido ou esposa.

Simpatia com vela

Na beira da fogueira, o solteiro (a) coloca uma bacia, um prato ou uma tigela com água e acende uma vela, que não pode apagar. Começa a rezar uma Ave Maria enquanto os pingos da vela vão caindo na água. No final da reza, a letra formada é o nome da futura esposa (marido).

sj

E eu, só pra posar de metida! 😀 ❤

Anúncios

Conheça os licores mais famosos da Bahia

licor-cachoeira

Foi dada a largada, com o mês de maio findando só se pensa nos festejos juninos (na verdade, aqui em Salvador quando acaba o carnaval, começam os preparativos pras festas de São João). E festejos remetem a comes e bebes típicos que fazem a alegria do povo nordestino. Licores e bolos diversos são esperados durante todo o ano, e licor bom, pra mim, é esse de Cachoeira. *-* Queria poder ir comprar direto na cidade, onde você passeia, prova, conversa, se diverte, e ainda compra pelo melhor preço! 😉 Ah, e as licoreiras em casa agradecem! kkkkkkkkkkkk

Bebida mais famosa do São João da Bahia, o licor, que é produzido com aguardente e extrato de frutas, ganhou nova roupagem ao longo dos últimos 20 anos. Hoje, a sua variedade alcança mais de 10 sabores, além de tradicionais como jenipapo, passas, maracujá, cajá e tamarindo.

Versões cremosas como as de chocolate, amendoim, maracujá e graviola, dão mais brilho ao drink que combina com amendoim cozido, milho verde, pamonha, canjica e também com o frio das noites de junho no Sertão Baiano.

Recôncavo

Um dos mais conhecidos entre os licores é o vendido na cidade de Cachoeira, localizada a 117km, na região do Recôncavo. Lá, a principal referência é Roque Pinto, que produz a bebida há algumas décadas. A casa onde comercializa o licor é uma referência no município, assim como a qualidade do produto.

Produzido com frutas tropicais selecionadas e armazenado em barris de madeira, o licor de Roque faz parte de uma tradição familiar, que eleva o status da bebida – que é feita de forma artesanal – a souvenir da região. Os sabores se dividem entre os tradicionais como jenipapo até os mais exóticos, é o caso do leite de bode. Cada garrafa é comercializada a R$ 6 (tradicional) e R$ 7 (cremoso).

Perto de Cachoeira, também no Recôncavo, na pequena São Sebastião do Passé, a 51km da capital, está Fátima Portugal, conhecida como Tia Fátima, que também guarda a fama de grande licorzeira. Com uma vasta opção no que se refere aos sabores em sua dispensa, ela comercializa centenas de garrafas no período junino. Os preços variam de R$ 12 a R$ 30, o litro.

Chapada Diamantina

Em Seabra, distante 500km de Salvador, a rainha dos licores é dona Daia, cujo nome de batismo é Geraldina Miranda. A pequena comerciante, que prepara as bebidas há 15 anos e inicia a produção anual no mês de janeiro, espera vender 400 litros este ano.

Como carro-chefe da produção ela cita o licor de jenipapo, mas destaca ainda sabores como cambuí, vinagreira, carambola, cajá, menta, abacaxi e os cremosos como chocolate, graviola e mousse de maracujá. No total, são 13 opções e a fama de Daia é tão boa que o seu licor percorre toda a Bahia e também pode ser adquirido nos mercadinhos de Seabra. Os preços variam de R$ 15 a R$ 20.

Em Salvador, os melhores lugares para encontrar a bebida junina são a Ceasinha do Rio Vermelho e a Feira de São Joaquim.

Contatos

Roque Pinto – 75 3425-1537
Daia – 75 9846-6568
Tia Fátima – 71 9653-1583

Fonte: http://www.saojoaonabahia.com.br/