Fofurices para a cozinha ~ Porta-tempero


A gente tem poucas certezas na vida, mas, se tem uma coisa que eu sempre tive certeza desde que me entendo por gente, é a de que eu sempre quis morar só. Seeeempre sonhei com meu canto, com o silêncio, com a certeza de sair e achar aquele doce deixado na geladeira (quem tem irmão sabe do que estou falando), com a possibilidade de simplesmente só fazer as coisas quando tiver vontade, enfim, a privacidade não tem preço!

Óbvio que nem tudo são flores na vida de um(a) dono(a) de casa. 😀 Pra mim que sempre tive senso de responsabilidade não foi nenhum terror, aliás, por mais que eu pense, não consigo pensar num contra (até o final vou matutando). O.o

Sempre tive responsabilidade financeira, então, pagar minhas contas continuou fazendo parte da rotina, sempre me virei na cozinha, e a depender do que a situação pedisse, temos o Deus Google, que sempre salva! 😉

No começo é sempre apertado, você fica ansiosa pra deixar a casa do seu jeito, precisa se controlar muito pra não comprar tudo de uma vez e se enrolar toda, mercado só com lista de compras, planilha o tempo todo atualizada (até na cabeça kkkkkkk) e no fim das contas é só alegria.

Eu tive a felicidade de morar só por 3 anos. Infelizmente, no “meu caminho tinha uma pedra, tinha uma pedra no meu caminho”, o problema é que depois da pedra tinha uma cratera sem fundo (kkkkkkkk rindo pra não chorar), e precisei deixar meu refúgio. 😦 #VidaQueSegue

Sou uma capricorniana com ascendente em gêmeos, que é o que me equilibra. Mas sou uma capricorniana nata em suas virtudes e defeitos, e neste rol, a necessidade de isolamento, de reserva, me descreve muito bem. Inclusive dizem que capricorniano é um signo velho, kkkkkkkkkkk por estar sempre preocupado = EU! 😛

Enfim, chouriçagens à parte, voltemos ao “quadrado” (como eu carinhosamente chamava my house). Não consegui deixar do meu jeitinho, eu era estudante e estagiária (e CORAJOSA, fui morar só com uma bolsa-estágio, melhor acrescentar SOBREVIVENTE também kkkkkk) e o dindin era para “o necessário, somente o necessário, o extraordinário é demais”! kkkkkkkkkk #AiComoSouDoente

Sim, como eu estava dizendo, já disse que gosto de cores, de fofurices, e de coisas coloridas e fofas para o lar. Na medida do possível fui adquirindo coisas que gostava, e sonhando com outras. Tenho “N” listas de sonhos de consumo, mas decidi postar pra ver se fica mais próximo da realidade. 😉

Este primeiro post é porque ontem encontrei mais um entre zilhões de blogs fofos que gosto, e foi o que me deu a ideia de compartilhar os sonhos. 😀 Dei uma pesquisada em outros tipos mas não adiantou, os olhinhos brilharam por estes porta-temperos (sou pobre, não gosto de falar condimento kkkkkkk) e serão eles que terei em minha cozinha! \o/

Vamos às fofuras:

Essas fotos são do Margaretss, blog de conterrânea! 😀 Total in love por estes frascos e foram eles que fizeram meus olhinhos brilhar forever! *-* ❤

tempero1-hor tempero4E o que são essas cores todas? *-* Morta e enterrada! kkkkkkkkkk Mas no meu caso, essa peça seria laranja <3. Adoroooo!tempero5 tempero7Esses também são legais (mas não rolou sentimento):

Foto do A partir de 1,99 e do Gúgôus! 😀

temperitosporta-tempero-9E aí, gostaram? Em breve, numa cozinha perto de você! 😉

P.S.: Já tinha esquecido e voltei 😛 pra falar que não consegui pensar em nenhum contra de morar só. Há quem diga: ah, mas não acha a comida pronta (ossos do ofício, quando eu morava com minha mãe, não necessariamente ela cozinhava); tem que lavar, cozinhar, etc (quer achar pronto? Ganhe bem pra pagar a diarista); não tem pão fresco todo dia (vocês nem imaginam o quanto uma estadia só transforma as pessoas, entre guardar pão na geladeira, e aprender a fazer o próprio pão, a experiência que se acumula ninguém tira de você); quando compramos alguma coisa não tem quem receba (por pura falta de profissionalismo das lojas. Já sofri muito com isso, de perder um dia de trabalho e a mercadoria chegar no fim do dia. Se eles tivessem respeito ao cliente isso não aconteceria, e eu nem acho que isso se enquadra num contra de morar só).

Agora, fala sério, algum desses argumentos te assusta? 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s