Viciada em açúcar

Eu sou uma pessoa viciada. :/
Em açúcar. Sério, já li sobre isso.
Pela minha rotina eu até poderia atribuir ao estresse e ansiedade, mas o problema é meu mesmo, acho que desde que nasci. :O Eu fico mais estressada e ansiosa se não tiver um doce por perto, isso sim!
Desde que me conheço por gente sou formiga, tudo tem que ser doce ou bem doce. kkkkkkkkkkk
Acho que o único doce que não gosto é rapadura, sei lá, acho o gosto esquisito. Mas o mais esquisito é gostar do doce de rapadura. Comi sem saber, adorei e sempre que me derem eu vou amar. #CabeçaDeGordo
Eu sou do tipo que passo 24h pensando em comida, e se eu não tiver pensando em doce eu tô pensando em “comidas massudas” (nhoque, lasanha, pizza, pão…), que nada mais são do que carboidratos.
Uma das coisas que mais me deixa feliz é aniversário de criança, onde tem doce de tudo que é tipo e eu fico que nem barata tonta, sem saber o que comer primeiro. Engraçado que quando como um salgado, tenho que comer mil doces pra compensar. #CoisasDeGenteDoida

O interessante é que toda essa confissão foi pra dizer que as embalagens do Hershey’s Mais são lindas! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Embarcando na moda do mustache, cada chocolate vem com um modelo e como não podia deixar de falar, é muito bom o chocolate, não deixando nada a dever ao Poderoso Chefão Bis. kkkkkkkkkkk

Foto0368Na verdade, desde que conheci o chocolate da Hershey’s não faço questão dos outros. Tenho a sensação que todos estão com gosto de gordura. As marcas vão buscando melhorar os produtos e na minha humilde opinião só pioram.
Eu gosto de comer doce e beber água. SIM, EU FAÇO ISSO! E se alguém disser que “dá diabetes”, o que posso dizer é: vá estudar o que é a diabetes e depois conversamos! Voltando… O melhor teste do chocolate é comer e beber água. Se ficar gosto de gordura já era, não compro mais, mas se ganhar não recuso! kkkkkkkkkkk #Esfomeada

.

Sobre o vício, tem artigos que falam em se enganar com desculpas pra comer doce, em sentir culpa… Eu não tenho nada dessas coisas. Eu como porque gosto e pronto! Acho até que estou em outro nível de viciados. kkkkkkkkkkkkkkkkkk
Sério, eu brinco, dou risada, mas tenho consciência que tudo em excesso faz mal, principalmente açúcar! Tenho sorte de ter o metabolismo acelerado, então todo o açúcar que consumo durante o dia (que não é pouco) queimo com facilidade.
Claro que não sou nenhuma modelo, mas pelo que eu como e que não deveria, estou melhor que muita gente por aí!

Este artigo (Viciados em doce – Um prazer delicioso ou a urgência da próxima dose?) é bem legal, ela diz que é possível romper o hábito, e que depois de duas semanas de abstinência conseguiu perder o hábito do sorvete. Será? Acho que depende muito de fatores externos também. Imagine ter um dia de cão no trabalho, chega em casa, abstinência. Faz o quê? Quebra a casa toda? 😮 kkkkkkkkkkkkk Sei lá, é preciso muita psicologia pra dar conta disso!

Eric Stice, neurocientista do Instituto de Pesquisa do Oregon, diz: “Há pessoas para quem comer é mais orgásmico”. Quando essas pessoas comem demais, o sistema de recompensa se amortece, o que torna a comida menos satisfatória e as motiva a comer mais para compensar. Segundo Stice, é exatamente o que vemos no uso crônico de álcool e outras drogas.

Oh God, o sistema está bruto pra mim! Eu sou do tipo que come e o coração chega a acelerar de felicidade. No site da Revista Viva Saúde tem esse teste VOCÊ É VICIADO EM AÇÚCAR? Façam pra ver o que vai dar. Imagino que o meu resultado tenha sido o pior possível, mas enfim, um dia melhora! Enquanto isso, vou dar um golinho no meu leite condensado enquanto ainda posso. 😉 *Mas não façam isso em casa!! :$

teste

Paciência tem limite!

Eu tô pra ver coisa mais irritante do que lidar com atendente de call center! Eu já trabalhei como, e tenho conhecimento de causa pra falar, são todos mal treinados, insatisfeitos, e os que não estão por pura necessidade, estão no primeiro emprego. Enfim, minha “experiência” me mostrou que muitas vezes por conta de problemas internos o atendente está se lixando pro seu problema ou pior, vai fazer algo errado que te trará algum prejuízo no futuro.

call*Eu não resisti a essas imagens! kkkkkkkkkkkkkk

Pois bem, hoje cedo liguei para a central do meu cartão de crédito a fim de tentar resolver um problema de forma amigável (embora eu já tivesse decidida a recorrer às vias judiciais), como já era esperado só fiz me irritar e quase me atrasar pra sair pro trabalho. Tem pessoas que matam e morrem por um processo, eu não! Além de conhecer internamente a morosidade da nossa justiça, tento sempre resolver de forma amigável. As ações que tenho, e que não andam, já me bastam pra encher minha cabeça.

Por outro lado, não tenho sangue de barata e odeio ser ludibriada pelas empresas, afinal de contas, eu estudei pra que merda? kkkkkkkkk Pois bem, peguei o papel com as anotações do contato (DICA: quando ligarem pra algum call center anotem tudo: atendentes, data, horário, detalhes, nº do protocolo… embora o ônus da prova seja da “ré”, toda informação que você tiver pode ser útil), catei os documentos, as faturas, enfim, tudo que eu precisaria pra descarregar minha raiva na petição. Kkkkkkkkkkkkk

E assim foi. Cheguei doida no trabalho depois de pegar um bus com uma criatura que devia ter idade de ser meu avô, ouvindo um pagode baixo-astral naquelas caixas de som que eu nem sabia que ainda existiam, na maior altura e sem um pingo de vergonha. Eu sinceramente fiquei com vontade de perguntar se ele não tinha vergonha naquela idade de estar ouvindo tamanha baixaria e obrigando as outras pessoas a fazer o mesmo, mas enfim, FALTA DE EDUCAÇÃO, a gente vê por aqui!

Graças a Deus o percurso foi rápido. Cheguei, sentei no pc e “psicografei” minha petição. kkkkkkkk Sério, é tipo casa de ferreiro espeto de pau. Eu sou do tipo que bloqueio quando o problema é meu, é o problema de se advogar em causa própria, mas, como eu estava com muita raiva, e já tinha estudado mil e um argumentos e contra-argumentos, só levantei quando a danada estava pronta (passei até da hora de almoçar #APorraFicouSéria).

Meu problema resumidamente é: paguei o mínimo da fatura de abril com atraso (estava há meses desempregada 😥 ), em seguida o cartão debitou o valor novamente na minha conta corrente deixando-a devedora. Em maio paguei o mínimo novamente na data correta e ainda assim a bendita do call center me disse que não poderia fazer nada porque eu ainda estava em débito com o banco. OI??? Se existe a possibilidade de efetuar pagamentos mínimos eu estou em débito por quê? Realmente, o débito que eu tenho é decorrente da irresponsabilidade deles que debitaram uma fatura paga.

Enfim, este é um breve resumo pra não estender muito a resenha. A petição está pronta, fundamentada no Código de Defesa do Consumidor e em julgados de Tribunais respeitados, agora é “meter o pé na porta” e somar mais uma ação na minha “coleção”. :/ É nestes momentos que eu vejo que meus sacrifícios não foram em vão, eu sou formada em Direito, mas nunca tive a pretensão de advogar. Tive a sorte de estagiar desde cedo e conheci os dois lados da moeda, o lado dos Advogados nos escritórios, e o lado da justiça estagiando com um Juiz numa Vara Cível.

E de toda a minha experiência só pude tirar uma certeza, eu não quero nada disso pra mim. As pessoas glamourizam a advocacia, mas não tem a mais vaga ideia da vida “sacrificada” do Operador do Direito. 1º os advogados não são todos ricos e também nem todos recebem fortunas mensais; 2º o estudo não acaba nunca, LITERALMENTE! Todos os dias têm novidade no mundo jurídico e quem não estuda fica pra trás; 3º os livros são caros, a anuidade é cara, manter um “padrão” é caro! É, porque a imagem do advogado vale mais pras pessoas do que seu curriculum, exemplo: boas roupas e boa aparência = O CARA! E não deveria ser assim, mas enfim… 4º o retorno do investimento desde a faculdade não vem da noite pro dia, até o dindin entrar, muita água vai rolar embaixo da ponte; e 5º só pra não passar a vida toda falando, só quem encosta a barriga em balcão de cartório sabe o que o advogado passa! 😦 Eu não vou generalizar nenhum lado, tem serventuários e advogados que nem Jesus pega a causa, mas também tem pessoas que só querem fazer seu trabalho bem feito. Infelizmente no caminho destes tem os primeiros…

Pois bem, infelizmente meus planos profissionais foram interrompidos da pior forma possível, mas isso não vem ao caso. Agora é retornar aos estudos com o foco que sempre tive, concurso público. E voltando ao “tema”, a seguir cenas dos próximos capítulos, que venha a lide! 😉

Interprete corretamente a frase de Juvenal: mente sã, corpo são.
Não é a mente que depende da saúde do corpo.
Ao contrário, é o corpo sadio que depende da mente sadia.
Quando o espírito está perfeitamente equilibrado, não há enfermidades que nos ataquem.
Cuide de sua mente, para que a saúde se reflita em todo o seu corpo.

Bom dia! :*